Estação Ferroviária de Piraqueaçu

A estação ferroviária de Piraqueaçu pertence a Estrada de Ferro Vitória a Minas e fica situada na cidade de João Neiva, um município brasileiro do estado do Espírito Santo. Encontra-se em meio a uma paisagem de densas matas sobre um relevo acidentado, com muitos “pães-de-açúcar”. Próximo à cidade, há duas reservas biológicas que têm o objetivo de preservar o que ainda existe de Mata Atlântica, a reserva da Rancho Alto – Reserva Florestal da Vale do Rio Doce, criadas e mantidas pela Companhia Vale do Rio Doce. A influência da cultura italiana é uma característica marcante de João Neiva, cidade que recebeu muitas famílias vindas da Itália no período das grandes imigrações no Brasil.

Cidade João Neiva ES
A cidade de João Neiva-ES abriga muitos pontos turísticos. Foto: Divulgação.
No início do século XX, um deputado federal baiano e engenheiro João Augusto Neiva, muito lutou na câmara federal para a instalação do Estrada de Ferro Diamantina, pertencentes a Companhia Estrada de Ferro Vitória a Minas.

Com a instalação da estrada de ferro, em 1906 surge a estação ferroviária. O terreno para a realização da obra foi doado por Negri Orestes. O idealizador, Pedro Nolasco, da construção da Estrada de Ferro Diamantina, para homenagear o deputado baiano João Augusto Neiva, deu à estação o nome de João Neiva. É em torno da estação que surge o povoado “João Neiva”, hoje a estação é chamada de Piraqueaçu.

Turismo na Cidade

Rota Do Queijo – As delícias da Região do Imigrante A rota é composta por três produtores cadastrados, com estabelecimentos situados entre o distrito de Cavalinhos e o trevo que liga João Neiva a Colatina. Além de diversos tipos de queijo, os postos de venda comercializam mariolas, biscoitos e doces caseiros. Produtos da cartela de artigos alimentícios da Região dos Imigrantes também são encontrados.

Todos os locais funcionam em horário comercial, com possibilidade de visita agendada por meio de contato telefônico. Além de adquirir os alimentos típicos da região, os turistas também podem desfrutar de paisagens paradisíacas, casarões e contato com a flora e fauna.

Demétrio Ribeiro – Núcleo Italiano de arquitetura centenária O núcleo colonial de Demétrio Ribeiro fica localizado a 4 quilômetros da sede de João Neiva. É o berço da colonização italiana na região, sendo um dos principais atrativos turísticos do município. Os casarões antigos bastante preservados chamam a atenção dos visitantes como também o Museu do Imigrante, a Casa de Pedra, a Igreja Centenária de Santo Antônio e o Casarão dos Violinos.

Criado no final do século 19, atraiu até uma fábrica de cerveja. Já naquela época possuía telefone e luz elétrica. Em julho, acontece a Demétrio Ribeiro Itália Mia, tradicional festa de cultura e agroturismo da região.

Barra Do Triunfo E Acioli – Acioli e Barra do Triunfo são localidades, fundadas no final do século 19 por imigrantes italianos. Polo rural consolidado pela produção no campo: café torrado em casa, o fubá socado no pilão, o pão sovado, o milho cozido, biscoito assado e o leite coalhado originando o queijo. A região realiza a tradicional Festa do Queijo para comercializar os derivados e oferecer ao turista a alegria e hospitalidade dos moradores, além da Agrofesta de Barra do Triunfo, tipicamente rural.

Monte Negro – Com elevação de 665m, o Morro Monte Negro fica localizado no município de João Neiva. A elevação granítica é coberta por vegetação rasteira e enormes samambaias, do alto do monte pode-se observar a cidade de João Neiva e Ibiraçu. Há uma capela em homenagem a Nossa Senhora da Penha e Santa Bárbara no alto do morro, onde acontecem celebrações religiosas.

jequitibá em estação Piraqueaçu
São necessárias várias pessoas para abraça-lo totalmente, uma das árvores mais antigas do Brasil. Foto: Divulgação.
Jequitibá Rosa Gigante – A “Vovó Das Matas” – Com aproximadamente 30 metros de altura e 3,5m de diâmetro é o maior Jequitibá Rosa do Espírito Santo, árvore símbolo do estado. De acordo com visitantes seriam necessários de 11 a 12 adultos para abraçá-lo completamente. O Jequitibá de João Neiva tem mais de 800 anos e já foi alvo de investidas de madeireiros na década de 80. Atualmente é protegido por ambientais, moradores, turistas e pela Prefeitura Municipal de João Neiva.

Ele está localizado no Vale do Triunfo, zona rural de João Neiva. Para chegar ao local é necessário seguir do Centro até Alto Bérgamo e realizar uma caminhada de aproximadamente 1 hora até chegar ao destino.

Cachoeira Do Paraíso – Região De Mundo Novo – Localizada em Mundo Novo, em aproximadamente 80 metros de altitude, segundo antigos moradores existe nesta cachoeira uma gruta com inscrições de Antigas Civilizações, cujas cópias de letras já foram enviadas até para a Itália, para estudos.

Na Cachoeira do Paraíso foi encontrada uma pedra esférica com mais ou menos 15 cm de raio, hoje exposta no restaurante Califórnia, em Ibiraçu. A região de Mundo Novo é repleta de quedas d’água e poços próprios para banho e aptos a receber turistas e moradores e contemplação da natureza. Animais silvestres, peixes e uma rica flora estão presentes por toda localidade.

estação Piraqueaçu ES
A estação com seu nome antigo, hoje seu nome se escreve Piraqueaçu, nome indígena. Foto: Divulgação.
A estação de Piraqueaçu foi inaugurada em 1 º de outubro de 1949 Km 75 + 500, com altitude de 61,220 metros. Município de Ibiraçu. Piraqueaçu é o nome do rio que banha João Neiva, corta o traçado ferroviário, antes da estação. Nome indígena que significa “Entrada grande para peixes” (Pira – peixe; ikê – entrada; assu – grande. Os aborígenes davam este nome a toda entrada de rio onde o peixe entrava para desova).

Endereço: Rod. Gov. Mário Covas, João Neiva – ES, 29680-000